consultoria de moda

O desafio do setor de confecções é conquistar o mercado internacional com produtos de alta qualidade. Em Uberlândia, os empresários e funcionários estão recebendo orientações de um profissional de moda, para melhorar a produção na fábricas. O curso começou na última segunda-feira (14) no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

O cuidado em cada detalhe do bordado, no vestido final, é o mesmo desde a montagem da peça. Cada milímetro é fundamental e influencia na qualidade e ajuda a economizar no tecido. E segundo a estilista Letícia Manzan, os clientes querem mais: estilo, tendência e marca única. Por isso  é necessário que a as pessoas identifiquem a marca. “A identidade da marca é muito importante, porque as coleções mudam, mas é preciso que a pessoa reconheça a marca” disse.

A coleção verão de 2014 traz para as peças uma decoração da casa brasileira. Azulejos e papeis de parede viraram estampas. Essa criatividade está em 90 pontos de vendas em todo o país. Segundo Letícia Manzan, o plano é conquistar o mercado europeu. “Eles têm uma tradição muito grande na moda, todas as marcas já têm anos de experiência. E estamos trabalhando para ficarmos no nível deles” comentou.

O curso reúne representantes de sete confecções da cidade. O tema é técnicas de moulage. Segundo Hudson Guimarães Afonso, essa técnica ajuda no caimento da roupa.
“É feito o trabalho em cima do manequim, posteriormente retirado e planificado, isso dá garantia de uma roupa com o caimento perfeito” afirmou.