image0032

 

Quem descobriu o fio e a técnica de como fazer a seda, foram os Chineses. A descoberta da seda data de aproximadamente 2.600 ano A.C., quando o imperador chinês Hwang-Te confiou a criação do bicho da seda à sua espôsa, Hish-Ling-Shi, conforme mostra a ilustração abaixo.

As etapas do processo de criação são as seguintes:

Os casulos são mergulhados em um recipiente com água quente, para matar a crisálida e amolecer os mesmos, pois possuem uma espécie de goma, que cola os fios uns nos outros.Com uma espécie de pincel, vai-se girando os casulos, apanhando as pontas dos fios e desenrolando-os gradualmente. Resume-se o processo em desmanchar o trabalho feito pela lagarta. Os fios desenrolados vão sendo enrolados em uma roda, formando uma meada.As meadas são lavadas em água quente, batidas e purificadas com ácidos. Depois de sucessivas lavagens, a seda é secada em máquinas apropriadas e as meadas são desembaraçadas e penteadas, obtendo-se fios macios e iguais, prontos para serem utilizados na tecelagem. O processo natural é mostrado na imagem acima.A seda é utilizada na tecelagem manual, misturada com outras fibras como algodão ou lã. Desta maneira produz-se tecidos mais resistentes, que podem ser utilizados na confecção de xales, peças de vestuário, tecidos para decoração e em inúmeras outras possibilidades, de acordo com nossa criatividade.